terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Caderno das flores vermelhas (9)


Ao fim destes tantos dias amargos, destes tantos dias de sofrimento, destes tantos dias sem luz, destes tantos dias duros e exaustivos aos quais eu vivi, aliás não vivi, sobrevivi com as poucas forças que restavam no meu frio ser. Aconteceu, aconteceu o que eu mais desejava que acontecesse, mas oh, por mais que eu desejasse durante estes dias negros não tinha forças para avançar, não conseguia era como se tivesse que lutar contra mim própria para isso acontecer, e isso meu pequenino, isso não conseguia fazer por mais que quisesse, por mais que eu tentasse. Mas oh acabou por acontecer, quando eu menos esperava, aconteceu, surgiu dentro de mim, aquela vontade de passar aquele enorme roupeiro velho sem ter o meu coraçãozinho frio e apertadinho,  deste vez ele ia feliz, tal como eu ia feliz, tão feliz e quentinho que ele estava que ate parecia que queria saltar do meu peito, sabes meu pequenino devias ter estado ali ao meu lado naquele momento, com a tua mão por cima dele, para veres, veres e não só, sentires o quanto ele bate de felicidade quando estamos bem, quando estamos mais felizes do que nunca, oh sabe tão bem.

37 comentários:

  1. oh que bonito, escreves muito bem! :)

    ResponderEliminar
  2. Simplesmente lindo...adorei! :)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Que se passa querida?! Dias amargos? Não pode ser<3

    ResponderEliminar
  4. Como é bom saborear a doçura da felicidade. Como é bom sentir o coração a explodir de sorrisos

    ResponderEliminar
  5. o que no amor não sabe bem quando se faz as pazes?

    ResponderEliminar
  6. Adoro o teu blog, já o sigo!
    Passa no meu e segue-o também! :)
    Tenho uma proposta de part-time ideal!
    Não nos ocupa tempo nenhum, não temos obrigações, não temos de ter experiência de vendas, basta mostrar o catálogo (ele vende-se sozinho, basta mostrar...) e ainda temos descontos em todos os produtos ;)
    Beijinhos***

    ResponderEliminar
  7. eu hoje tive um pouco de tempo porque estou doente, porque se não só nas férias do Carnaval :S que são tão pequeninas

    ResponderEliminar
  8. oh que querida, obrigada.. desculpa só responder agora!

    gostei muito (:

    ResponderEliminar
  9. amo quando escreves para mim meu grande amor <3

    cada palavra que te faz dirigir a mim cada gesto que fazes para comigo e simplesmente maravilhoso <3

    amo-te tanto mas tanto meu grande amor <3

    30-12-2010 @

    nunca deixes de escrever para mim meu anjo vou amar sempre cada vez mais estes testos mais que perfeitos @@@@

    Amor eu sei que ultimamente não tenho vindo tantas vezes ao teu blog meu bebe perfeito mas a partir de agora vou tendo cada vez mais tempinho e vou estando aqui cada vez mais tempo meu grande amor <3 <3 <3

    amo-te amo-te amo-te amo-te (...) PARA SEMPRE <3

    ResponderEliminar
  10. Querida, ando meia atrasada em responder aos comentários :$ de qualquer forma, muito obrigado pelo teu :D <3

    ResponderEliminar